10
dez
2009
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EXCELENTE FERRAMENTA PARA REPENSAR EMPRESAS E PROJETOS SOCIAIS – PROJETO VILA OLÍMPICA DA MARÉ

Um encontro de planejamento estratégico reuniu no último dia 1° de dezembro um grupo de profissionais da Vila Olímpica da Maré no auditório do Centro de Tecnologia do UFRJ. Utilizando uma metodologia participativa, o grupo trabalhou durante todo o dia, tendo como foco respostas para a pergunta: “Como desenvolver a VOM para torná-la um polo de educação integrada de alto desempenho?” O trabalho foi muito produtivo e contou com a orientação de dois facilitadores voluntários, o empresário Mário Kossatz e a psicóloga Dulce Gabiate, consultora nas áreas de desenvolvimento e gestão. Na primeira parte do encontro foram levantadas as expectativas do grupo sobre os próximos dois anos da Vila Olímpica da Maré, que formaram a visão da instituição. Em seguida, o grupo trabalhou na identificação dos obstáculos para o alcance da visão. Ao final, a visão e os obstáculos foram utilizados para a construção conjunta das direções e ações prioritárias da VOM. Segundo Cristian Nacht, diretor da VOM, a metodologia utilizada no planejamento estratégico é muito rica porque gera uma autoavaliação. Durante o processo, a própria equipe define aonde quer chegar, avalia os obstáculos, quando é preciso olhar fundo nas fraquezas da instituição, e no terceiro momento define o que deverá ser feito para que os objetivos sejam alcançados. – O que foi plantado neste encontro dará frutos durante muito tempo porque agora todos estão alinhados, todos participaram e sabem a razão das escolhas feitas. Somos os donos do processo, somos seus defensores, estamos comprometidos com ele. Essa é a grande força deste trabalho, afirmou Cristian. Em visita ao evento, Edson Cunha, da Coordenação de Responsabilidade Social da Petrobras/Cenpes, também elogiou a iniciativa. Ele acredita que todo processo onde se pensa e planeja em conjunto é enriquecedor, seja no primeiro, segundo ou terceiro setores. A grande vantagem é poder reunir pontos de vista diferentes. – Foi interessante observar que diversas questões colocadas como obstáculos para o desenvolvimento das atividades da VOM, e consequentemente do Projeto Educar, convergem para perguntas que são colocadas no relatório de avaliação e monitoramento trimestral do Programa Desenvolvimento e Cidadania da Petrobras. Diminuindo a altura desses obstáculos, e fazendo com que ele desapareçam, estaremos mais próximos das metas e objetivos que a Petrobras tem com sua ação de responsabilidade social corporativa, disse Edson Cunha.

por Lucia Seixas, 02/12/09

Informativo eletrônico Vila Olímpica da Maré- Dezembro 2009